Arte do banner: Daniel Lima da Silva
Arte da logomarca: Filipe Figueiredo da Guia

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE CULTURA CONFIRMADA COM DATA, LOCAL E HORÁRIO


A I Conferência Municipal de Cultura de Cabo Frio será realizada nos dias 27 e 28 de outubro, das 10h às 20h, no auditório principal da FERLAGOS. As informações constam no Decreto 4086, de 13 de outubro de 2009, publicado no jornal Noticiário dos Lagos na data de hoje.

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE CULTURA JÁ TEM NOVA DATA


A I Conferência Municipal de Cultura já tem nova data confirmada: dias 27 e 28 de outubro. O local ainda será confirmado e devidamente divulgado.

terça-feira, 13 de outubro de 2009

CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE CULTURA É ADIADA

Comunicamos a todos que a I Conferência Municipal de Cultura de Cabo Frio, que se realizaria nos dias 15 e 16 de outubro, na FERLAGOS, foi adiada.

A nova data será em breve divulgada.

sábado, 10 de outubro de 2009

FUXICO ©ULTURAIS


© Continuam a todo o vapor os preparativos para a I Conferência Municipal de Cultura de Cabo Frio, exigência do ministério da Cultura para todos os Municípios do País, a fim de preparar a Conferência nacional de Cultura, em março de 2010, em Brasília.

© A Conferência coroa todo um processo de participação, fomento e debate cultural, que se afirma com o Fórum Municipal de Cultura, realizado em setembro, mas que traz muitas outras ações afirmativas e criativas, que geram oportunidade e espaço, mesmo com poucos recursos.

© Alguns projetos foram preparados minuciosamente e enviados a instâncias superiores: Um Edital para novos 5 Pontos de Cultura; solicitação ao Fundo Nacional de Cultura para apoiar os Centros Culturais nas Escolas Padrão; o EDITAL MUNICIPAL com 50 Projetos para TODAS as áreas artísticas.

© O próprio blog Cabo Frio Cultura Viva, que veio disponibilizar as mais completas informações culturais da cidade, entra nesse pacote.

© Festival de Música Estudantil; Sala Chico Tabibuia, para fomentar a cultura em Tamoios; Projeto Noites Literárias; Reabertura do Charitas (com direito à criação do Espaço Wolney)

© As últimas vitórias foram a escolha da cidade de Cabo Frio como Pólo do Projeto Banda Larga no Estado; a exibição do espetáculo TILL, do Grupo Galpão, gratuitamente na Praça do Turismo nesse feriado do dia 12, 18h; e a chegada da Escola de Música Villa-Lobos em Cabo Frio, a sediar-se na FERLAGOS.

© E que venha a Conferência! Vamos juntos! E pra frente!

NO FERIADO: GRUPO GALPÃO GRATUITAMENTE EM CABO FRIO



Nesta Segunda-feira, 18h, na Praça do Turismo (em frente à Praia do Forte), o Grupo Galpão, um dos melhores do país, apresenta seu novo espetáculo TILL - A SAGA DE UM HERÓI TORTO, gratuitamente para toda a cidade!


quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Cabo Frio promoverá Conferência Municipal de Cultura dias 15 e 16 de outubro



Nos dias 15 e 16 de outubro, a Secretaria de Turismo e Cultura dará mais um passo na elaboração do Plano Municipal de Cultura: a realização da Conferência Municipal de Cultura, no auditório principal da FERLAGOS.

- As Conferências Municipais de Cultura são solicitações do Ministério da Cultura, em preparação para a Conferência Nacional de Cultura, a realizar-se em março de 2010, em Brasília. Um dos principais objetivos do MinC com todo esse movimento é estabelecer um Sistema Nacional de Cultura, como faz o SUS com a saúde e o SUAS com a assistência social, para repasse de verbas e organização administrativa – afirma o Coordenador-Geral de Cultura Guilherme Guaral.

Já estão confirmadas para as mesas do dia 15 o Chefe da Representação do Ministério da Cultura no Rio de Janeiro, Adair Rocha; a Superintendente de Fomento da Secretaria Estadual de Cultura, Mariana Várzea; a Secretária de Assistência Social de Cabo Frio Olívia Madalena Singh de Andrade Sá.

Segundo o Coordenador-Geral de Cultura Guilherme Guaral, os inscritos para o Fórum Municipal de Cultura já estão automaticamente inscritos para a Conferência, que encontra-se ainda com as inscrições abertas na Secretaria de Turismo e Cultura e também no dia do evento.

A programação, que segue abaixo, baseia-se nos cinco eixos temáticos propostos pelo Ministério da Cultura, que serão igualmente os cinco grupos de trabalho e discussão da Conferência, com o objetivo de apresentar diretrizes municipais, estaduais e nacionais para a política cultural:


Dia 15 de outubro, quinta-feira
FERLAGOS
Auditório Principal


9h – 10h - Credenciamento

10h- 10h30min – Solenidade de abertura e leitura do Regimento Interno

10h30min- 10h45min – Cofee brake:

10h45min

Mesa 1
GESTÃO E INSTITUCIONALIDADE DA CULTURA

12h30min – 14h - Almoço

14h – 15h30min

Mesa 2
CULTURA E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

Mesa 3
CULTURA E ECONOMIA CRIATIVA

16h – Cofee Brake

16h30min – 18h45min

Mesa 4
PRODUÇÃO SIMBÓLICA E DIVERSIDADE CULTURAL

Mesa 5
CULTURA, CIDADE E CIDADANIA

19h – Noite Cultural (exibição de filmes)

Dia 16 de outubro, sexta-feira
FERLAGOS
Auditório Principal

9h- 12h30min – Reunião dos GT’ S

12h30min - 14h – Almoço

14h- 17h – Plenária – eleição de delegados e votação das diretrizes dos GT’S

17h- 18h –Cofee Brake

18h - Encerramento

21h – Baile Cultural

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

FÓRUM MUNICIPAL DE CULTURA: EU APROVO!



Muitas pessoas que foram ao Fórum Municipal de Cultura de Cabo Frio ou, mesmo ausentes, aplaudiram sua realização, têm enviado e-mails, recados, comentários e cartas aprovando e apoiando o evento.

Nesse espaço, que será constantemente atualizado, reproduziremos algumas dessas manifestações:


A conquista da capacidade de pensar a cultura que queremos e que fazemos foi uma necessidade apontada também por mim naquela primeira reunião na Casa dos 500 Anos.
"O que podemos fazer pela Cultura?" "O que que a Cultura pode fazer por nós?"
Entendo que o Fórum se constituiu num mecanismo legítimo para levantar algumas perguntas, entender algumas diferenças, e aferir disponibilidades e disposições.
Precisamos continuar construindo um processo democrático e justo.
O Fórum organizou,indicou diretrizes,denunciou vazios e arriscou caminhos que devem ser assumidos com maturidade por todos que defendem o direto de escolha.
Mérito à coordenadoria de cultura por modelar, até então, puras divergências, em idéias e posições.
Com certeza, um primeiro passo extremamente importante, que veio atender o anseio pulsante em muitos "cantos" da cidade.
Pensar a cultura, dar-lhe forma e nomes é um "modos operandis" novo e precisa ser aprendido e apreendido com o tempo.
Um Fórum nunca dará conta de tudo, não é pra satisfazer a todos, não é pra ser de ninguém, não é pra eleger autoridades culturais, não é para qualificar ou desqualificar quem ficou dentro ou fora.O Forúm é uma conquista, é um mecanismo de organização, é o cumprimento de um dever administrativo que se impôs como realidade, no desejo de se encontrar caminhos.
O Fórum acolheu os artistas com seus discursos e com seu silêncio,com suas virtudes e suas não virtudes.
O Fórum não dá conta das dificuldades políticas que privam a cultura de um "futuro", mas dá um futuro às políticas culturais da cidade.
Digo sim a tudo que compreendo ser na direção desse futuro.

Susiane Borges
(Projeto Fábrica de Música - Ponto de Cultura do Governo Federal)

Em toda a minha vida, aqui na Região dos Lagos, nunca vi um encontro como o Fórum de Cultura. Parabéns a todos os artistas e produtores culturais de Cabo Frio! Parabéns também à nova visão de Cultura da prefeitura cabofriense. Há muito a Cultura pairava no limbo, desperdiçando recursos e deixando de investir na diversidade cultural cabofriense. O Prefeito Marquinho Mendes merece o nosso aplauso por defender o debate e a participação popular na definição da política municipal de Cultura. Espero que esse processo continue, sem retrocessos. Cabo Frio só tem a ganhar com a diversidade e a democracia cultural.

Ricardo Cox - jornalista
http://jornallista.blogspot.com


Se todos tivessem a vontade de mudar uma história, o mundo seria bem diferente. Mas, se juntarmos as forças para construir uma cultura melhor, certamente nós mesmos seremos beneficiados pelo retorno. Já demos o primeiro passo...


Ricardo Francescesconi
Presidente do ICABO - Instituto Cultural Afro-Brasileiro
Reserva do Peró


Eu, Renata Cristiane, presidenta do Grupo Iguais, jornalista e historiadora, venho através desse e-mail manifestar importância da realização do fórum de cultura a fim de permitir de forma democrática e plural os rumos da politica cultural de nosso município.
Como dizia o folósofo francês Rousseau: Todo poder emana do povo!
Assim seja. Viva a diversidade cultural, viva a Cultura Popular Brasileira, viva ao Povo Brasileiro!!!!


Renata Cristiane
Presidenta do Grupo Iguais
Jornalista e Historiadora



Participei do Fórum Municipal de Cultura ajudando na organização. O mais bonito foi ver a participação e o compromisso dos artistas da cidade. A democracia foi exercida em todas as votações e na confecção do documento final. Parabéns aos participantes, à UVA pela cessão do local e à Prefeitura Municipal pelo evento.

Delnia Pinheiro Rangel
Artista Plástica

Eu, Nininha Dantas, participei na gestão do Pré-Fórum até o término do Fórum de Cultura. Posso deixar claro que o Fórum foi limpo, democrático e legítimo. Desejo que o processo continue nas Conferências. Destaco e agradeço ao Coordenador Guaral por ter levado esse Fórum de maneira magistral na Plenária. Diversidade artística para o 1º e 2º Distrito é o interesse de todos nós, fará o turismo e os artistas crescerem.

Nininha Dantas
Artista Plástica e Carnavalesca

*

Cabo Frio é escolhida como cidade pólo para o Projeto Banda Larga


Por Viviane Rocha

Na tarde desta quarta-feira, dia 7, na Secretaria de Turismo e Cultura de Cabo Frio, o coordenador geral de Cultura, Guilherme Guaral, teve uma reunião com o coordenador do Programa de Atualização para Bandas de Música do Estado do Rio de Janeiro, que administra o projeto Banda Larga, Eduardo Wermelinger, e a assessora do departamento de Marketing da Ferlagos, Alessandra Alves, para acertarem os detalhes da parceria entre a Prefeitura de Cabo Frio, a Secretaria Estadual de Cultura e a Ferlagos para a realização do projeto Banda Larga no município.

O Projeto Banda Larga foi criado para dar continuidade à tradição das bandas sinfônicas no estado do Rio de Janeiro e será realizado em convênio com a Asbam – Associação de Bandas de Música do Estado do Rio de Janeiro. Durante cinco semanas, proporcionará atividades direcionadas aos músicos em cinco municípios: Itaperuna (8 a 14/11); Cabo Frio, que foi escolhido como município pólo (15 a 21/11); Nova Friburgo (22 a 28/11), Barra do Piraí (29 a 05/12) e Nilópolis (29 a 05/12 também).

As oficinas serão realizadas nas dependências da Ferlagos, com aulas teóricas e práticas de conjunto como oficinas de capacitação instrumental em flauta/flautim, clarineta/clarone, trompete, saxofone, trombone, tuba (bombardão/bombardino), percussão e bateria.
As inscrições são gratuitas, abertas a todos os maestros e músicos de bandas e também aos alunos que já toquem em bandas marciais em suas escolas. Elas devem ser feitas até o dia 31 de outubro, com o preenchimento das fichas de inscrição que já estão disponíveis na Secretaria de Turismo e Cultura, localizada no Largo do Itajuru, ao lado do convento, onde antes funcionava a Prolagos, no período das 9h às 17h.

Cada inscrito receberá, gratuitamente, uma camiseta e um kit com material pedagógico: apostila relativa a seu instrumento, um DVD com vídeo-aulas e uma cópia do Catálogo das Bandas de Música do Estado do Rio de Janeiro. Os cursos funcionarão de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h30. As aulas teóricas serão das 14h30 às 17h30 e nas manhãs de sábado haverá prática de conjunto.

O Banda Larga também promoverá atividades noturnas, entre 19h30 e 21h30, com apresentações de grupos locais, de professores e de alunos, palestras ou outra programação cultural. Nos dias 18, 19 e 20, o coreto da Praça Porto Rocha estará aberto às apresentações das bandas:

- Nossa cidade tem vocação e tradição com a cultura das bandas sinfônicas. Nossa intenção é que esse projeto passe a ser anual – afirma o coordenador de Cultura de Cabo Frio, Guilherme Guaral.

Sobre o Fórum de Cultura


Por Fábio Emecê (*)

Comentar sobre fatos que são considerados históricos devido a sua importância em determinado momento, pode se tornar o exercício do usual e do clichê. As pessoas ressabiadas diante a participação, talvez não entendendo ou não querendo se comprometer com as palavras ditas de maneira demasiada, apelam para o usual e o clichê. Pois bem, o exercício agora é falar sobre o Fórum Municipal de Cultura. Será que fugirei do usual e do clichê?


Cabo frio tenta se movimentar no mar caudaloso da Cultura com as mudanças de comando na gestão cultural. Sem entrar no mérito da funcionalidade de uma Coordenadoria, há de se convir no esforço das pessoas que estão trabalhando nessa gestão e a competência em estar conduzindo o processo que pode ser chamado de novo.

O processo de construção do Fórum com os pré-fóruns divididos nos eixos pré-estabelecidos foi interessante no sentido de proporcionar a discussão em sentido coletivo, em que múltiplas vozes poderiam se expressar. A intenção foi boa, porém a prática, a prática… Aí eu não sei se é um processo cabo-friense ou das pessoas de maneira geral, mas a adesão ainda não foi significativa no sentido de lotar as discussões.

Há um discurso comum em que se diz que Cabo Frio é um grande celeiro de artistas, só que na hora da discussão eles não aparecem. Seja por desconfiança, por desanimo, por não acreditar, por não ter o que dizer, por acreditar na prática da práxis, enfim, esse grande celeiro às vezes não se justifica. Não houve discussão? Lógico que houve. Existiram pessoas que acreditaram nas discussões e fizeram o processo correr.

Com essa variação de participação, o processo poderia ser amplamente manipulado pelos recalcados, espezinhadores e conservadores de plantão que não admitem repartir o bolo que há tanto tempo é de um só sabor. Essas pessoas preferiram ignorar o Fórum ou ataca-lo dizendo que o processo foi antidemocrático.

Ainda bem que eles tiveram essa postura, pois abriu espaço para uma gama de pessoas mostrarem competência e formularem propostas que fugiram do lugar comum e propunham um avanço qualitativo.

Quer dizer, foram “poucos” artistas que se dispuseram a discutir? Sim. Só que foram esses poucos que estavam ansiosos para mostrarem o seu conhecimento e não caíram na mesquinharia da gestão pública cabo-friense.

E dentro de inúmeras provas que se pode afirmar o que foi dito acima, a reação da plenária ao SEBRAE e sua visão mercantilista da cultura merece o devido registro e pode ser considerada surpreendente, demonstrando um grau de consciência elevado no processo participativo.

Houve discussão sobre o laicismo do Estado e a tendência neo-pentecostal que anda se sobressaindo nos espaços públicos municipais ultimamente. Boa discussão que culminou numa moção de repúdio. Como juízes, governadores e pastores jamais perceberão nossas dores, a reação mais plausível do artista que se sinta lesado com essa prática é tomar as providencias cabíveis e continuar exercendo a sua arte.

E a não participação dos comissionados na área cultural? O que dizer? Para eles além da moção de repúdio, há outro recado: o bolo está mudando de sabor, tratem de ajustar seus paladares!
Entre afirmação de identidades, busca por holofotes e competência para gerir o processo, Cabo Frio ganhou e pelo andar da carruagem o documento final aprovado na plenária com moção de aplausos não irá para a gaveta. E afirmo isso a favor dos homens e mulheres que estavam no pleito.

Cabe ao gestor público legitimar o processo e referenda-lo com sua caneta executiva. Cabo Frio está pronta para mais esse avanço?

E para fechar, que venha a Fundação!

(*) Juventude Negra N’Atividade

FONTE: http://www.blogdototonho.com.br/


*

Propostas do Fórum de Cultura são entregues ao prefeito


Adaptado do texto de Viviane Teixeira

Foi entregue ao prefeito Marquinho Mendes, na última sexta-feira, dia 2 de outubro, um documento preliminar contendo as propostas apresentadas por artistas e agentes culturais durante o I Fórum Municipal de Cultura, realizado nos dias 24 e 25 de setembro.


O documento foi instituído após a votação das propostas pelos delegados escolhidos por cada segmento cultural participante do Fórum. O próximo passo será a Conferência Municipal de Cultura, exigência do Governo Federal, que será realizada nos dias 15 e 16 próximos, na Ferlagos, item fundamental para a participação do município na Conferência Nacional que acontecerá em março de 2010.

Após a Conferência Municipal, será finalizado o Plano Municipal de Cultura que tem como objetivo auxiliar o governo do município na elaboração da política cultural a ser implantada em Cabo Frio.

– Agora o debate é mais amplo, pois cultura é um direito do cidadão e, por isso, precisamos ampliar as discussões para a acessibilidade, a inclusão social ouvindo grupos da melhor idade, da criança e do adolescente, do movimento de mulheres, dos estudantes, dos segmentos religiosos, entre outros. Pretendemos que a sociedade participe da elaboração de novas diretrizes, somando com o legado do Fórum para que possamos construir um autêntico Plano Municipal de Cultura - explicou o coordenador de Cultura Guilherme Guaral.


Nesta semana está sendo concluído o documento com o histórico do Fórum, contendo atas de reuniões, listas de presenças, propostas e demais documentos.


*

Exposição beneficente ao Lar Esperança na Piccola Galeria nesta sexta-feria


Nesta sexta tem Boulevard Total


Começa hoje a semana de comemorações de 30 anos do Grupo Creche na Coxia



Para abrir as comemorações de 30 anos de arte e cultura na cidade de Cabo Frio e no interior do Estado do Rio de Janeiro, o Grupo Creche na Coxia inicia uma temporada teatral no Teatro Municipal de Cabo Frio. De quarta (07) à domingo (11) de outubro a população da Região dos Lagos terá a oportunidade de rever e prestigiar espetáculos teatrais, esquetes, música e diversas formas artísticas que o grupo promove há três décadas.

A programação começa na quarta-feira (07), às 20h, com os esquetes "O Sorvete", "Os Intrusos na Internet", e "O Homem da Sepultura".

Na quinta-feira (08) tem apresentação do espetáculo "Carroça dos Sonhos", dirigido por Silvana Lima. Sexta-feira (09) é a vez de "A Flor do Cerrado", também dirigido por Silvana Lima.
Sábado de manhã (10), na Praça Porto Rocha, apresentação do espetáculo "Circo Catatempo", dirigido por Tânia Arrabal e Cézar Valentim. Às 20h, no Teatro Municipal, apresentação do espetáculo "Woyzeck", uma produção da Unirio - Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro.

No domingo (11) a programação começa às 19h, com o espetáculo "Magia das Águas", dirigido por José Facury Heluy. Seguido pelos esquetes "Meu Tom Solitário" e "A Cantora Antropomórfica". A temporada termina com apresentação musical do Creche na Coxia, relembrando músicas compostas pelo grupo e sucessos da Mpb. O ingresso custa R$ 10 inteira e R$ 5 meia.


O grupo - Criado em 1979 por um grupo de estudantes sob o nome de Grupo Teatral “Ziembinski”, o “Creche” ganhou novo nome somente em 1988, quando os casais do grupo tiveram seus filhos, (seis meninos) e levaram as crianças para a Coxia em seus dias de ensaios.
Com o “Ziembinski”, o grupo obteve seu primeiro prêmio em 1984 no Festival FETAERJ de Teatro com o espetáculo “Aluga-se para Verão”, um texto que deflagrava a descaracterização cultural da cidade em função do turismo exacerbado. O texto conquistou a cidade pela sua temática vista tão de perto pelos cabo-frienses. Com os trabalhos seguintes: “Bailei na Curva”, “O Auto do Trabalhador”, “Baco, o Teatro”, etc. o grupo ganhou nome, espaço, patrocinadores e conquistou uma platéia que lotava o único teatro da cidade (particular) em suas temporadas.
Desde então, com montagens que vão desde teatro de rua, passando por teatro de bonecos, pesquisa da linguagem do teatro para crianças e jovens, entre várias outras experiências, o grupo veio se especializando, criando núcleos de música, direção musical, criação de textos, direção, confecção e trabalho com máscaras, adereços e bonecos.

Em 1994, para comemorar seus 15 anos de existência, o “Creche” brindou o público da cidade com um espetáculo de pesquisa histórica sobre as brigas entre os dois partidos políticos do início do século XX. Lotou o teatro (ainda particular) da cidade e conseguiu mobilizar a comunidade artística e os simpatizantes pelas artes para uma manifestação política em prol da construção de um Teatro Municipal, que começou no início de 1995.

Responsável pela criação do projeto da obra do Teatro Municipal de Cabo Frio e o primeiro grupo a se apresentar no espaço com o espetáculo “Causos de um Cabo que já sei foi...” da escritora e diretora Silvana Lima, em julho de 1997, o grupo mantém sua filosofia de luta por uma política capaz de implantar cada vez mais o teatro na cidade de Cabo Frio, assim como na Região dos Lagos.O Grupo Creche na Coxia, ao longo de seus 30 anos de trabalhos ininterruptos, configura-se como um dos grupos consolidados mais antigos do Brasil.
*

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

VEM AÍ...


Coordenador-Geral de Cultura de Cabo Frio é o entrevistado deste sábado na TV Litoral


O Coordenador-Geral de Cultura da Prefeitura de Cabo Frio, Guilherme Guaral, será o próximo entrevistado do Paredão no programa Ellite deste sábado, 03/10, às 19h, na TV Litoral, canal 11.

Entre os assuntos, o sucesso do Fórum Municipal de Cultura e a política Cultural cabofriense são alguns dos destaques dessa entrevista a Ricardo Cox, no programa que tem a direção e edição de Pierre Sampaio.

O programa é reprisado sempre no domingo e na segunda-feira às 13h.
*

FUXICOS ©ULTURAIS


© Tia Elzinha, Subsecretária de Turismo e Cultura, era uma das mais empolgadas com o Fórum Municipal de Cultura. Passeava por todos os grupos de discussão e acompanhava com empolgação a Plenária.

© Passaram também pelo Fórum o Secretário de Turismo e Cultura de Cabo Frio, Gustavo Beranger; o Presidente da Câmara Alfredo Gonçalves e a Vice-Prefeita Delma Jardim.

© A maldição do Data Show voltou a assolar a cultura, mas foi contornada no Fórum.

© 40 entidades da sociedade civil participando do Comitê Gestor; cerca de 300 pessoas inscritas participando do processo desde o Pré-Fórum; reuniões públicas e divulgadas na mídia local: democracia foi algo que não faltou ao Fórum.

© E agora vem aí a Conferência Municipal de Cultura, exigência do Governo Federal para traçar diretrizes à Conferência Estadual e também à nacional. A Conferência Municipal acontecerá dias 15 e 16 de outubro na Ferlagos e em breve a programação será divulgada.

© E ao fim de todo esse processo, após o dia 16, para relaxar e confraternizar, teremos o Baile da Cultura. Aguardem!!

PORTINHO BOÊMIO E TEATRO MUNICIPAL SÃO AS PEDIDAS DO FIM DE SEMANA




Pesquise nas sessões AGENDA CULTURAL e TEATRO MUNICIPAL os melhores programas para o seu fim de semana!

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Quarta edição do Projeto Noites Literárias foi um dos sucessos do Fórum Municipal de Cultura


No dia 24 de setembro, na primeira noite do Fórum Municipal de Cultura, aconteceram simultaneamente o Seminário de Patrimônio e Cidades Históricas, no auditório azul da Universidade Veiga de Almeida, e a quarta edição do Projeto Noites Literárias, no Auditório Principal.

Caracterizada como um espaço livre de intervenção literária, onde casa presente é livre para subir ao palco e declamar sua obra, o projeto contou, em sua quarta edição, com as apresentações espontâneas do poeta Jiddu Saldanha, da historiadora Meri Damaceno, entre outros.




A Companhia Teatral Curare, em performance aplaudidíssima, abrilhantou o encerramento da noite. Segundo seu Diretor e também um dos organizadores do Projeto, José Antônio Mendes, o Curare se prepara para o Encontro Poesia Simplesmente, no Teatro Gláucio Gil, no Rio de Janeiro em novembro. José Antônio classificou ainda a noite de quinta-feira como "uma noite para privilegiados, com muita poesia, num Fórum histórico”







*

BÚZIOS RECEBE E IMPRESSIONA SECRETARIA ESTADUAL DE CULTURA

"FIQUEI MUITO BEM IMPRESSIONADO COM O PATRIMÔNIO IMATERIAL CULTURAL QUE ESTAVA ESCONDIDO NO MUNICÍPIO DE ARMAÇÃO DOS BÚZIOS." Assim se expressou o assessor da Secretaria Estadual de Cultura, Zeca Barros;


"- É mais uma oportunidade de o Estado e os municípios agirem efetivamente pelo resgate de nossas tradições, rasgando o véu do preconceito religioso, ante manifestações artesanais de pureza e cultura extremamente originais." Argumentou o Coordenador Geral de Cultura de Cabo Frio, Guilherme Guaral.
Acompanhe a matéria completa na seção ESPAÇO INTEGRAÇÃO, na barra lateral do blog, e saiba todas as novidades da cultura na Região dos Lagos.
*

Lona Cultural é a nova atração do Charitas


Após reinauguração, o Charitas, principal casa de exposições de Cabo Frio, promete mais uma atração: a Lona Cultural. O evento vai reunir música instrumental, exibição de filmes, lançamento de livros, entre outros, mensalmente.

A ideia, de acordo com o secretário de Turismo e Cultura, Gustavo Beranger, é fazer uma espécie de “happy hour”, das 18h às 23h, sempre em uma sexta-feira. A Lona Cultural será gratuita, como todas as atrações do Charitas. A intenção é começar a nova atividade já no mês de outubro.



Reformas – Após o Charitas, já estão programadas as reformas de mais dois espaços culturais: o Teatro Municipal e o Espaço Cultural da Praia do Forte.

A reforma do Teatro já está programada para o mês de fevereiro e vai envolver reparos na parte externa e interna. Pintura nova, troca de piso, de cadeiras, do ar-condicionado, além de reparos no telhado e reforma dos banheiros estão na lista de prioridades.

Outro ponto cultural que passará por reformas é o Espaço Cultural da Praia do Forte. No local, pintura, nova iluminação, entre outros reparos serão feitos.





Viviane Teixeira

Biblioteca Municipal faz balanço do primeiro semestre


Localizada em uma das mais belas casas de Cabo Frio, a Biblioteca Municipal Walter Nogueira se orgulha de ter recebido nos seis primeiros meses de 2009 um público estimado de 6.900 pessoas. Os números foram passados pela direção da biblioteca, que hoje está sob a administração da coordenadoria municipal de Cultura.

Além do número de visitas, a administração divulgou também os empréstimos de livros realizados no período, 2.619, e a quantidade de pesquisas, mais de 2 mil. Foram doadas à Biblioteca Municipal de Cabo Frio 1.375 publicações e outras 1.130 saíram da Walter Nogueira para a Casa do Livro, que funciona no Jardim Esperança e no Distrito de Tamoios.

Um relatório com todos os eventos realizados na Biblioteca Walter Nogueira no semestre também foi divulgado. Entre eles, a Semana da Biblioteca, encontros da Semana Teixeira e Souza, Semana Monteiro Lobato, a Exposição Luiz Vaz de Camões, que recebeu 300 visitas, o Momento Cultural da Melhor Idade, entre outros. Merece destaque entre as atividades, entretanto, a visita à Bienal, no Rio de Janeiro, quando os leitores mais assíduos ganharam a viagem, gratuita, a um dos maiores eventos da literatura no Brasil.





Viviane Teixeira

--

Equipe de implantação dos Núcleos Avançados da Escola Villa-Lobos visita Cabo Frio


Por Viviane Rocha

Nesta quarta-feira, dia 23, a equipe pedagógica que vai ajudar a implantar o Núcleo Avançado da Escola de Música Villa-Lobos em Cabo Frio, formada pelos professores Ademir Macedo e Eliete Ferrer, estiveram na Ferlagos, em reunião com o coordenador municipal de Cultura, Guilherme Guaral, e o diretor financeiro da Ferlagos, Elvis Lage, para acertar os últimos detalhes do convênio que está sendo firmado entre a Prefeitura de Cabo Frio, a Ferlagos e a Escola de Música Villa-Lobos.


Fundada em junho de 1952, a Escola de Música Villa-Lobos foi idealizada como um centro popular de ensino de arte. Atualmente a Escola integra a estrutura da Secretaria de Estado de Cultura, estando subordinada à Fundação Anita Mantuano de Artes do Estado do Rio de Janeiro/FUNARJ, e possui Núcleos Avançados em Búzios, Conceição de Macabu, Miracema, e Paracambi, seguindo a política de interiorização promovida pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro, oferecendo o ensino básico de música.

Inicialmente, serão oferecidas 200 vagas em ensino de teclado, violão, flauta e canto, destacando que todos os alunos aprenderão também teoria musical. A idade mínima para que o aluno possa ingressar no curso básico de música é de sete anos, quando já deve estar alfabetizado.

- Nossa prioridade é favorecer os músicos locais, mas todos os candidatos a professores serão avaliados pela equipe da Escola Villa-Lobos do Rio. Os currículos serão encaminhados para nós, que faremos a análise dos mesmos e uma entrevista com o candidato, para avaliarmos o perfil e se ele está apto a ensinar – afirmou Eliete.

Quem quiser se candidatar a professor de música do Núcleo Avançado, deve preparar um curriculum vitae contendo os seguintes dados:

- Nome, nacionalidade, estado civil, identidade, CPF, data de nascimento, endereço completo, telefones e e-mail;.

- Formação (especificar os cursos, com nome da instituição em que estudou, contendo nome do professor, se for o caso, além da duração e do ano do término).

- Citar ainda os instrumentos que toca, experiência profissional como musicista (indicar os locais em que tocou, profissionais que o acompanharam, cidade e data);

- Experiência no magistério (nomear as instituições onde atuou como professor, clientela, cidade e data)

Outras participações (especificar participações que considerar importantes).

Os currículos deverão ser entregues na secretaria da Ferlagos até o dia 23 de outubro. No dia 16 de novembro a Villa-Lobos divulgará a lista dos professores aprovados para a segunda etapa da seleção.

As informações também estarão no site da Ferlagos (www.ferlagos.br) e no blog cabofrioculturaviva.blogspot.com

*

Mostra Teatro e Dança 2009 na semana da criança - TEATRO MUNICIPAL

Acompanhe as notícias completas do Teatro Municipal na seção TEATRO MUNICIPAL, na barra lateral deste blog

30 anos do Grupo Teatral Creche na Coxia: Acompanhe a programação


quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Documento final do Fórum Municipal de Cultura sai nessa semana


A Mesa Diretora do Comitê Gestor (formado por 40 entidades e associações da cidade) está em fase de conclusão do documento final do Fórum Municipal de Cultura, que conterá as atas das reuniões, escolhas dos delegados e propostas do Pré-Fórum, listas de presenças de todos os encontros do Comitê Gestor, atas das reuniões e mesas de debates do Fórum, bem como as diretrizes finais (gerais e específicas) apontadas pelo Fórum.

O Documento final servirá como auxílio nas discussões da Conferência Municipal de Cultura, que será realizadas nos dias 15 e 16 de outubro na FERLAGOS, e também fará parte do Plano Municipal de Cultura.

O Fórum Municipal de Cultura, sonho antigo da classe cultural, foi conduzido pela Secretaria de Turismo e Cultura, através da Coordenadoria-Geral de Cultura, numa iniciativa do Projeto Cidade Viva da Folha dos Lagos, e contou com a participação de cerca de 50 entidades (40 só no Comitê Gestor) e mais de 300 pessoas desde o Pré-Fórum.

terça-feira, 29 de setembro de 2009

BÚZIOS RECEBE VISITA TÉCNICA DA SECRETARIA ESTADUAL DE CULTURA


Acontecerá nos dias 29 - terça-feira - e 30 - quarta-feira - do corrente, no Hotel Mandrágora, a primeira visita técnica de representantes da Secretaria Estadual de Cultura e Secretários de Cultura de vários outros municípios, à cidade de Armação dos Búzios.

QUER SABER MAIS?

Acesse ESPAÇO INTEGRAÇÃO na barra lateral deste blog e fique por dentro das principais notícias culturais da Região dos Lagos

dias 17 e 18 de outubro tem Cabo Zouk


IBRAM promove Curso de Patrimônio Cultural para taxistas e jornaleiros de Cabo Frio

O Museu de Arte Religiosa e Tradicional, unidade museológica do IBRAM/MINC - Instituto Brasileiro de Museus do Ministério da Cultura, realizará nos dias 28, 29 e 30 de setembro o Curso de Patrimônio Cultural para taxistas e jornaleiros de Cabo Frio. O referido curso objetiva a instrumentalização dos profissionais dessas duas áreas para o melhor desempenho em suas funções no atendimento à população em geral, bem como aos turistas que para cá acorrem nos fins de semana, feriados prolongados e alta temporada.

O MART oferece o referido curso em três horários - manhã das 9:00 às 12:00; tarde das 14:00 às 17:00 e noite das 18:00 às 21:00 horas, objetivando atender ao maior número de profissionais possível neste primeiro módulo.

As inscrições podem ser feitas na APTA distribuidora de jornais, na RodoTaxi de Cabo Frio, na Associação dos Taxistas de Cabo Frio ou no Museu de Arte Religiosa e Tradicional no antigo Convento de Nossa Senhora dos Anjos.
O curso é gratuito. Os participantes receberão certificado.
Os temas abordados são:O Franciscano, o Convento e o MART; Patrimônio Natural e Turismo Cultural.

Dolores Brandão Tavares - Direção do MART.
*

Cabo Frio recebe o Grupo Galpão no feriado de 12 de outubro


Por Viviane Rocha

Fotos: Divulgação

No próximo feriado nacional, dia 12 de outubro, Cabo Frio vai receber a visita do premiado Grupo Galpão, de Belo Horizonte, que vai encenar o espetáculo “Till, a saga de um herói torto”, às 18h, na praça em frente à Secretaria de Turismo, na Praia do Forte.

A história, que se passa em uma Alemanha miserável e cheia de personagens grotescos e enganadores, conta a história de Till, um homem comum com algumas qualidades. O diabo aposta com Deus que, se tirasse essas qualidades de Till, ele cairia em perdição. Deus , aceitando a aposta, resolve trazer ao mundo a alma de Till que, abandonado em meio ao frio e à fome, descobre que a única maneira de sobreviver naquele lugar é se tornando enganador e esperto. Assim começa sua saga cheia de velhacarias, trambiques e cambalachos.

Till é o típico anti-herói cheio de artimanhas e dotado de um irresistível charme. Um personagem encontrado em várias culturas, que se assemelha muito ao nosso Macunaíma ou Pedro Malasartes.

Além de Till e uma infinidade de rústicos personagens medievais, a peça conta também a história de três cegos andarilhos que buscam a salvação sonhando alcançar as torres de Jerusalém.

O Grupo Galpão

O Grupo Galpão é uma companhia de teatro de pesquisa criado há 27 anos. Montando espetáculos de grande comunicação com o público, a companhia tem sua origem ligada ao teatro popular e de rua.

Sediado na cidade de Belo Horizonte, em Minas Gerais , o Galpão é um dos grupos que mais viaja, não só pelo Brasil, como também pelo exterior, tendo participado de vários festivais em dezessete países da América Latina, América do Norte e Europa.

Grupo de atores que trabalha com diretores convidados, o Galpão desenvolve pesquisas com vários elementos cênicos, com destaque para as linguagens do circo e da música (sempre tocada ao vivo pelos próprios atores), traduzindo para o português vários clássicos, numa fusão do erudito e do popular.


*

Re-Fazenda Campos Novos será lançada dia 11 de novembro


A Secretaria de Agricultura de Cabo Frio, em parceria com diversas outras Secretarias e órgãos da cidade, lançará oficialmente, no dia 11 de Novembro de 2009, a campanha RE-FAZENDA CAMPOS NOVOS, que tem como objetivo a reutilização turística e cultural da Fazenda Campos Novos, localizada em Tamoios.

O lançamento da campanha será na Casa dos 500 Anos, às 19h

Fórum de Cultura: grupos se reúnem em discussão que culminará em Conferência


Adaptado do texto de Viviane Teixeira

Foram dois dias de discussões em torno do mesmo tema: a cultura de Cabo Frio. Assim transcorreu o Fórum Municipal de Cultura, realizado nos dias 24 e 25 de setembro, quinta e sexta-feira da última semana, na Universidade Veiga de Almeida, e que deu origem ao documento inicial do Plano Municipal de Cultura (PMC). O documento será finalizado na Conferência Municipal, na Ferlagos, nos dias 15 e 16 de outubro. Durante os dois dias inteiros do Fórum, artistas e agentes culturais de ramos como teatro, cinema, fotografia, literatura, artesanato, música, entre outros, formaram grupos de trabalho e apresentaram propostas para a formalização do PMC. As propostas dos grupos foram votadas por delegados previamente escolhidos no pré-Fórum, realizado na semana anterior, e passarão por nova discussão na Conferência que também vai contar com as presenças de representantes estaduais e federais. De acordo com o coordenador de Cultura, Guilherme Guaral, as propostas para o PMC serão analisadas e darão origem ao documento oficial da cidade que servirá para determinar as diretrizes da cultura em Cabo Frio, além de colocar a cidade como apta a concorrer a editais e buscar patrocínios e torná-la adequada ao novo Plano Nacional de Cultura. Já os delegados eleitos para o Fórum e os que serão escolhidos na Conferência municipal de outubro participarão das Conferências estadual e federal: a primeira em dezembro deste ano e a segunda em março de 2010, e ajudarão na elaboração dos documentos dessas esferas. Os representantes culturais que participaram do Fórum estão automaticamente inscritos para a Conferência. Já os que não participaram do primeiro encontro ainda têm a chance de se inscrever para a Conferência na secretaria de Turismo e Cultura que funciona no Largo do Itajuru, nº 131. Além dos representantes culturais, a coordenadoria convidará representantes da sociedade civil. Outras informações sobre o Fórum e também sobre a Conferência podem ser obtidas no blog da Coordenadoria de Cultura: www.cabofrioculturaviva.blogspot.com

Em breve, a Mesa Diretora do Fórum Municipal de Cultura estará finalizando e divulgando o documento final do evento, com todas as diretrizes votadas em plenária, bem como as atas das reuniões, listagem de presenças e demais documentos.

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Fórum de Cultura é aberto em Cabo Frio


Foi iniciado na manhã desta quinta-feira, dia 24 de setembro, o Fórum Municipal de Cultura de Cabo Frio. O evento vai até hoje, sexta-feira, na Universidade Veiga de Almeida e vai reunir governo municipal, artistas e representantes culturais em uma grande discussão que tem como objetivo criar o Plano Municipal de Cultura.

Estiveram presentes à cerimônia de abertura a vice-prefeita Delma Jardim, que representou o prefeito Marquinho Mendes, o secretário municipal de Turismo e Cultura, Gustavo Beranger, a subsecretária de Turismo e Cultura, Elza Maria Bernardo, o coordenador municipal de Cultura, Guilherme Guaral, o presidente da Câmara de Vereadores, Alfredo Gonçalves, o coordenador de Ciência e Tecnologia e idealizador do projeto “Cidade Viva”, Paulo Cotias, e o professor da Universidade Veiga de Almeida, Eduardo Maluf.

Após a formação da mesa, foi executado o hino de Cabo Frio e, em seguida, foi apresentado o vídeo com toda a evolução do projeto do Fórum, desde as reuniões iniciais de definição até o pré-Fórum realizado na última semana.

O coordenador Guilherme Guaral abriu a cerimônia passando a palavra aos representantes da mesa. O professor Paulo Cotias parabenizou as entidades culturais e o governo municipal pela realização do Fórum: “pela cultura as entidades deram as mãos com enorme senso democrático”, exaltou. Para o secretário de Turismo e Cultura Gustavo Beranger, o Fórum só se tornou possível pela habilidade do governo em ouvir as classes envolvidas: “Tenho certeza de que tudo o que aqui for sugerido será para benefício de todos e que as decisões ficarão para toda a sociedade”, disse, ressaltando a frase do hino de Cabo Frio que diz que na cidade não há forasteiros: “somos iguais e solidários em todas as ações”, destacou.

Já o vereador e presidente da Câmara, Alfredo Gonçalves, descreveu o Fórum como um marco em Cabo Frio: “A partir deste momento resgataremos a nossa história e a nossa cultura”, disse. Fechando a cerimônia inicial, a vice-prefeita Delma Jardim destacou a participação dos artistas e representantes culturais ao evento e disse: “Estamos aqui para firmar o compromisso com a cultura de nossa cidade”.

Logo após a cerimônia, foi servido um café-da-manhã aos presentes. Em seguida, teve início a palestra com Maria Amélia Curvelo (Presidente do COMCULTURA – RJ), Sônia Cardoso (Ex-Presidente da Fundação de Cultura de Casimiro de Abreu, Jane Mabe (Presidente da Fundação Cultural de Macaé), Heliana Marinho (Gerente da área de Economia Criativa-SEBRAE), Francis Miszputen (Instituto Cultural Cidade Viva-RJ) e com a mediação de Guilherme Guaral.

Ao longo do dia, foram realizadas as reuniões dos grupos de trabalho com leitura das propostas apresentadas por cada segmento no Pré-Fórum, que aconteceu entre os dias 15 e 18 deste mês. Hoje pela manhã será o momento dos grupos se reunirem novamente para condensarem suas propostas para a Plenária das 14h.
Ontem também às 19h, aconteceu a Noite Literária, no auditório principal, com apresentações poéticas e o Seminário “Patrimônio Cultural e Cidades Históricas” (auditório azul), com os palestrantes Ivo Barreto e Manoel Vieira (IPHAN-RJ), Sérgio Linhares (INEPAC-RJ), Fernanda Barbosa (Secretaria de Turismo e Cultura) e Rosane Vargas (Coordenadoria de Planejamento Urbano).
Compareceram ao Fórum Municipal de Cultura nesta quinta-feira cerca de 150 pessoas.

Programação do Fórum nesta sexta-feira, dia 25:

9h - 12h30 – Reunião dos Grupos de Trabalho

12h30 - 14h – Almoço

14h - 17h – Plenária

17h - 18h – Reunião da mesa diretora do Comitê Gestor para compilar as propostas votadas em plenário nos dois dias. Café Cultural na Praça de Alimentação.

18h - 20h – Plenária para leitura e votação do documento final

21h – Encerramento do Fórum Municipal de Cultura


Adaptado do texto de Viviane Teixeira

QUER SABER QUAL É A BOA DO FIM DE SEMANA ???

Clique na seção AGENDA CULTURAL na barra lateral deste blog. E fique à vontade.
*
*
*
*
*

Confira a programação do Teatro Municipal - saiba mais na seção TEATRO MUNICIPAL, na barra lateral deste blog


Bossa na Praia é destaque na programação de fim de semana


Adaptado do texto de Camila Barreto

Cabo Frio está com diversas atrações para este final de semana. Uma delas é o ‘Bossa na Praia’, um dos eventos mais esperados pela população.


Nesta sexta-feira, dia 25, a partir das 20h30, será realizado o “Bossa na Praia”. O evento será uma homenagem ao grupo Roupa Nova, realizada pelos músicos Rick Costa, Tadeu Uchoa, Oswaldo Guimarães e Leo Aguiar. O show será na av. Nilo Peçanha, próximo à Praia do Forte e conta com o apoio da Prefeitura de Cabo Frio.


No sábado, dia 26, às 20h30, o Teatro Municipal de Cabo Frio apresentará o espetáculo, “Casamento Suspeito” de Ariano Suassuna. Os ingressos custam R$ 20 (inteira), R$ 15 (antecipado) e R$ 10 (meia – para estudantes e idosos com mais de 65 anos).

No domingo, dia 27, o espetáculo infantil “Fifi e os Floringuinhos” será apresentado no teatro, às 17h. Os ingressos variam de R$ 16 (inteira), R$ 10 (antecipado) e R$ 8 (meia – para estudantes e idosos com mais de 65 anos de idade). Os ingressos estão à venda na bilheteria e/ou secretaria do teatro de terça-feira a domingo, a partir das 13h. Para mais informações, o telefone do teatro é (22) 2645-4472 ou acesse: http://www.teatromunicipaldecabofrio.blogspot.com/


No domingo, dia 27, das 9h às 17h, vai acontecer o “Ação Global” no Espaço de Eventos. No local, serão prestados serviços gratuitos à comunidade, como saúde preventiva; cortes de cabelo; orientação jurídica; oficinas; exposições, dentre outros.

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Artista de Tamoios expõe na Sala Chico Tabibuia



Tem início neste sábado, dia 26 de setembro, às 20h, a exposição “Galhos e Atalhos” do artista plástico Fernando Moreno. A exposição vai até o dia 26 de outubro na Sala Chico Tabibuia, na subprefeitura de Tamoios.

QUER SABER MAIS?

Veja a seção PROJETO TAMOIOS CULTURA VIVA na barra lateral.

*

PROPOSTAS APRESENTADAS PELOS SEGMENTOS CULTURAIS NO PRÉ-FÓRUM DE CULTURA DE CABO FRIO

PRÉ-FÓRUM
SEGMENTO: ARTES CÊNICAS
CASA DOS 500 ANOS
15/09/09


Propostas Gerais:


1) Criação de Fundação Municipal de Cultura.

2) Criação de Escola Municipal de Artes de nível técnico com centro de estudos

3) Elaboração de lei para criação de Fundo Municipal de Cultura, com recursos advindos de 30% da dotação orçamentária da Cultura, somados a 5% da arrecadação do ISS do município, destinadas à execução do Edital Anual de projetos culturais, previstos na mesma lei.

Propostas Específicas:

1) Ocupação de espaços públicos municipais por grupos teatrais, para ensaios e apresentações, considerando contrapartidas destes mesmos grupos.

2) Reforma e ampliação - com reaparelhamento geral e manutenção - do Teatro Municipal de Cabo Frio, considerando a capacitação da sua equipe técnica.

3) Criação e otimização de espaços cênicos em áreas periféricas do Município, considerando a construção de anfiteatros e/ou arenas.

4) Inclusão/abertura de vagas específicas em concurso público para professores de artes cênicas e técnicos de teatro, para atender às demandas do Teatro, Escolas e demais espaços de Artes cênicas.

5) Dotação orçamentária destinada para a circulação regional, estadual, nacional e internacional da produção dos grupos de teatro locais.


PRÉ-FÓRUM
SEGMENTO: ARTES PLÁSTICAS E VISUAIS
CASA DOS 500 ANOS
15/09/09
Propostas Gerais

1) Criação de FUNDO MUNICIPAL de CULTURA e uma FUNDAÇÃO de CULTURA com auto-gestão participativa da comunidade cultural, em parceria minoritária e consultiva com a instituição de Cultura do Governo Municipal.

2) Reativação do CONSELHO MUNICIPAL DE PATRIMÔNIO e seu respectivo IMUPAC na forma da lei que os instituiu e reformulação e adequação das Leis que instituem o CONSELHO MUNICIPAL DE CULTURA sendo que este último com representatividade privilegiada de 12 (doze) Segmentos Culturais em participação efetiva das seguintes entidades oficiais: IPHAN, IBRAM, Câmara de Vereadores, INEPAC e Ministério Público além da Secretaria de Cultura de forma paritária.

Considerando-se Segmentos Culturais os seguintes:

Artes Cênicas;

Artes Plásticas, Web Design, Caricatura e Fotografia;

Artes Visuais Cinéticas (Cine, Vídeo e Web Design);
Literatura e Jornalismo;
Dança;
Música;
Artesanato;
Folclore, Tradições e Pesquisa;
Festas Tradicionais Religiosas e Profanas;
Movimento de Cultura Negra;
Produção Cultural;
Artes de Rua e Circenses.
Os representantes do Conselho serão eleitos e indicados de forma participativa e pública pelos seus respectivos segmentos não sendo passíveis estas indicações de veto pelo poder público.
Para uma maior harmonia entre os dois Conselhos ambos deverão ter representação permanente recíproca, ou seja, uma cadeira do Conselho de Patrimônio no Conselho de Cultura, e vice-versa sem obrigatoriedade de presença.

3) Revogação do artigo da Lei de Reforma Administrativa que extingue a SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA, devolvendo-a a seu “status quo ante” em paridade com as demais Secretarias não atingidas por esta lei.

Propostas Específicas

1) Criação de forma participativa de REGIMENTOS DE OCUPAÇÃO para espaços os públicos, incluindo logradouros ( ruas, praças etc) em relação às Artes Plásticas e Visuais independentemente de sua função original privilegiada.

2) Criação de uma ESCOLA de ARTES VISUAIS da REGIÃO dos LAGOS em Cabo Frio nos moldes da Escola de Artes Visuais do Parque Lage – RJ, de nível Técnico com equivalência ao segundo grau, e contemplando cursos livres e de aperfeiçoamento, a ser gerida pela Fundação Municipal de Cultura a ser criada ou com gestão compartilhada Secretaria de Cultura/Entidades Culturais Civis. A ESCOLA abrigará em suas instalações ATELIERS LIVRES com infra-estrutura apropriada para que os artistas e alunos de artes possam trabalhar, com espaços amplos e acessíveis a todos os artistas cadastrados, além de fornos de cerâmica, fundição e etc. Estes Ateliers estariam abertos também à visitação pública para criar um elo mais consistente entre a comunidade e os artistas. E terá ainda em suas instalações um Salão de Exposições que seja adequado a exibição de obras de arte das diversas modalidades artísticas tais como: pinturas, esculturas instalações etc.

3) Criação de um SALÃO BIENAL DE ARTES VISUAIS DE CABO FRIO, cabendo premiação por parte do poder público somente premiação institucional e de divulgação dos artistas e suas obras, podendo fazer parceria com mecenato privado para premiação em espécie. O regulamento do Salão deverá ser elaborado com exclusividade pelo CONSELHO de CULTURA , o qual também escolherá a formação e a nomeação do júri sendo o exercício de função pública remunerada incompatível com o cargo de jurado do Salão.

4) Criação de um Edital Municipal de Cultura anual por segmento, para a apresentação de projetos a serem subsidiados pelo poder público, e sendo incluídos, os projetos aceitos, no calendário de eventos do município, com ampla divulgação midiática.

5) Instituir um projeto de TENDAS DE CULTURA ITINERANTES, levando exposições e oficinas de artes aos vários bairros da cidade e ao segundo distrito com a finalidade de formar platéia, descobrir e estimular talentos e ampliar os conhecimentos artísticos naquelas comunidades. As Tendas de Cultura seriam o primeiro passo para, após levantamento e mapeamento das vocações artísticas no município, serem construídas ou adaptadas estruturas físicas permanentes que atenderiam as necessidades culturais detectadas em cada um dos bairros.

PRÉ-FÓRUM
SEGMENTO: ARTESANATO E FOLCLORE
CASA DOS 500 ANOS
16/09/09



Propostas Gerais:


1) Criar o calendário municipal com todas as manifestações culturais incluindo as feiras e exposições culturais.

2) Retorno da Secretaria de Cultura.

3) Realização de um evento anual de grande porte que traga o reconhecimento cultural de cabo frio. Exemplo: festival de inverno ou outro evento similar.


Propostas Específicas:


1) Unificar as feiras de artesanato.

2) Feiras cobertas com estandes ou boxes fechados, segurança, banheiros, áreas de lazer, shows e eventos.

3) Promover a primeira feira de artesanato e negócios no mesmo molde da feira forte.

4) Incentivo com a disponibilidade de recursos para a participação em eventos em outros municípios ou estados.

5) Divulgação dos trabalhos na mídia geral.


PRÉ-FÓRUM
SEGMENTO: DANÇA
CASA DOS 500 ANOS
16/09/09


Propostas Gerais:


1) Democratizar a cultura na cidade (1° e 2° distrito).

2) Reconstituir a Secretaria de Cultura para gerar autonomia quanto aos recursos financeiros e a distribuição igualitária para todos os segmentos da cultura na cidade.

3) Promover um edital anual para encaminhamento de propostas de ação na cidade, afim de incentivar as produções artísticas, culturais e acadêmicas em torno da cultura, oportunizando a inserção de artistas locais.

Propostas Específicas:

1) Criar e incluir no calendário anual de eventos da cidade o encontro de danças populares, sendo realizado ao ar livre contando com as participações dos artistas locais e convidados.

2) Profissionalizar a dança, promovendo um curso técnico para formação de bailarinos.

3) Criar um centro para aulas, oficinas e palestras gratuitas para a comunidade, incluindo diversas modalidades, afim de difundir a dança na cidade.

4) Destinar parte da verba deste segmento para o pagamento de profissionais para dar aulas em espaços públicos da cidade (praças, praias, etc), em caráter de projeto fixo ao longo do ano, em prol da difusão da dança e discussão de sua metodologia.

5) Apoiar, quanto a verba, o Festival Internacional de Dança de Cabo Frio, aumentando-o em um dia para realização de uma mostra de dança. Essa mostra de caráter não competitivo, receberá inscrições gratuitas dos projetos sociais da cidade.

PRÉ-FÓRUM
SEGMENTO: ESCOLAS DE SAMBA E BLOCOS CARNAVALESCOS
CASA DOS 500 ANOS
17/09/09


Propostas Gerais:

1) Retorno da Secretaria de Cultura.

2) Calendário anual cultural que inclua todos os segmentos.

3) Criação de um Fundo Municipal de Cultura.


Propostas Específicas:


1) Gerenciamento da produção integral do carnaval pela Liga das Escolas de Samba e Associação de Blocos: Logística – subvenção – pré e pós carnaval.

2) Incentivo a Biblioteca municipal do samba com a criação do CENTRO DE MEMÓRIA DO CARNAVAL.

3) Criação do Centro de Capacitação de profissionais do carnaval.

4) Fechamento total da morada do samba.

5) Criar espaços para escolas e blocos que tenham comunidades para a realização de eventos culturais.


PRÉ-FÓRUM
SEGMENTO: LITERATURA
CASA DOS 500 ANOS
16/09/09

Propostas Gerais:

1) Criação de um evento de comemoração dos 400 (quatrocentos) anos de fundação da cidade de Cabo Frio. Um movimento de contagem regressiva, que aconteça a cada ano até chegar no ano de 2015, com a : 400 ANOS- Quem faz Cabo Frio – em 100, 200, 300 e 400 anos. Cada ano trará os atores da cidade, que ao longo de cada século de desenvolvimento da mesma, tiveram relevante importância para a formação do que é a cidade. No ano de comemoração da data derradeira, se fará um apanhado histórico e da atualidade dos personagens que formaram e compuseram a cidade, seu desenvolvimento e história, ao longo desse século e da atualidade.

2) Criação de um de um espaço, permanente, para a Academia Cabo-friense de Letras, com o encaminhamento de um projeto de Lei, que disponibilize uma verba permanente, por parte da prefeitura de Cabo Frio, para manutenção da instituição.

3) Criação de uma Bienal Literária, que aconteça na cidade, dialogando com a população local e trazendo para a mesma um público diferenciado, até então não trabalhado. O projeto traria pra a cidade um olhar mais interessado das editoras, escritores, ilustradores, pessoas do ramo de literatura ou da área academia, com seus intelectuais e críticos. Além de surgir como uma boa oportunidade da população ter acesso a produção literária vigente de forma mais acessível.

Propostas especificas:

1) Edição do livro de Teixeira e Sousa, escritor que marca o movimento literário romantismo no Brasil – com a culminância da inauguração de uma estátua do escritor, que representa a cidade de Cabo Frio no Brasil e no mundo.

2) Criação de uma Antologia dos escritores da cidade de Cabo Frio da contemporaneidade, afim de divulgar os escritores e poetas, que são as vozes da cidade.

3) Criação de um Sarau Literário, que coloque no palco, uma vez por mês, aqueles que procuram e asseiam por um espaço que lhes dêem voz. O evento poderia acontecer em um espaço permanente ou ao longo da cidade.

4) Criação de um evento de literatura, arte e cultural, voltado para o público infantil e juvenil, que aconteça nas férias e seja voltado para os cidadãos das áreas mais periféricas da cidade e que envolva os atores culturais da região e convidados. Tal evento proporcionaria aos moradores locais a oportunidade de experiênciar atividades de estímulo à leitura, a escrita, a arte, artesanato e contação de histórias em suas diversas modalidades. Uma vez, que muitas crianças e adolescentes dessas áreas, nas férias, acabam ficando privados desses eventos nesse período.

5) Promover atividades, em colégios públicos da região, de leitura e estimulo a leitura, que trabalhe com a produção literária da região. Criar um calendário que possibilite o acontecimento, ao longo do ano, nas diferentes escolas municipais a realização desta atividade.


PRÉ-FÓRUM
SEGMENTO: MOVIMENTO NEGRO
CASA DOS 500 ANOS
17/09/09



Propostas Gerais:

1) Criação e implementação de uma Lei Municipal de Incentivo à Cultura e a garantia de 2% (dois por cento) do orçamento anual para a cultura;

2) Criação de um Centro de Referência e Documentação da Cultura;

3) Criação de uma Fundação de Cultura


Propostas Específicas:

1) Instituição de semana da Consciência Negra constando na calendário Municipal de Eventos, resguardando o mês de novembro apenas para o aniversário da cidade e eventos da cultura afrobrasileira;

2) Identificação e valorização dos grupos de Capoeira;

3) Criação de um Festival de Diversidade Cultural contemplando as manifestações da cultura material e imaterial afrobrasielira;

4) Inclusão da Semana da Diversidade Sexual e da Parada do Orgulho LGBT no calendário de eventos da cidade, bem como apoio aos demais eventos direcionados à comunidade homossexual de Cabo Frio;

5) Criação de um Centro de Referência de Cultura Afrobrasileira.


PRÉ-FÓRUM
SEGMENTO: MÚSICA
CASA DOS 500 ANOS
17/09/09


Propostas Específicas:

1) Gerenciamento cultural dos eventos da cidade através do Conselho Municipal de Cultura e Coordenadoria de Cultura.

2) Mecanismo de avaliação, catalogação e escolha dos músicos e projetos musicais da cidade.

3) Mecanismo de cotas para músicos da cidade e músicos de fora dos eventos propostos.

4) Definição de “músicos da cidade” e “músicos de fora”.

5) Outras áreas de produção cultural que prescindam da música, deverão estar integrados no setor musical e deverão de convidados como músicos.

Propostas gerais:

Não foram apresentadas


Relatório da reunião da Classe Artística de Tamoios para o Fórum Municipal de Cultura de Cabo Frio
Escola Municipal Wanda Roque
18/09

Artes Plásticas e Visuais
Propostas Gerais:

1º-Criação de um Espaço Artístico e Cultural para todos os segmentos e manifestações da comunidade com intuito de promover o intercâmbio dos artistas.Um espaço de lazer que seja também um atrativo turístico.

2º-Criação de uma escola de Artes em Tamoios com oficinas de pintura, artesanato, teatro, música,dança,culinária,fotografia,etc.com administração local

3º- Disponibilizar um percentual dos recursos da Secretaria de Turismo e Cultura para desenvolver a cultura em Tamoios e Revitalizar a Fazenda Campos Novos para que ela seja um ponto de referência cultural não só para Cabo Frio mas também para toda a Região dos Lagos.
Propostas Específicas:

1º-Mais apoio por parte da prefeitura divulgando na mídia os eventos principalmente,no 2º Distrito,(imprensa escrita e falada).

2º-Disponibilizar um carro para possibilitar o transporte de artistas e suas obras em eventos,feiras e exposições.

3º-Cursos de capacitação e qualificação para o artista comercializar seus produtos no mercado.
4º-Criação de uma Galeria Virtual na internet com biografia dos artistas e fotos de seus trabalhos.
5º-Promoção por parte da Coordenadoria de Cultura de exposição anual incluindo todos os artistas plásticos com entrega de certificados e premiações.

Artesanato e Folclore

Propostas Gerais:

1º- A ocupação urgente do Ginásio Poliesportivo de Tamoios desde que este possua um espaço com boa infra-estrutura para que os artistas exponham e vendam seus produtos com dignidade.
2º-Divulgação turística das praias e da área rural do nosso município.
3º-Revitalização da Fazenda Campos Novos com espaço para cultura.

Propostas Específicas:

1º-Liberação de 2 quiosques para o artesanato, um em Aquárius e um em Unamar, tendo em vista o abandono em que se encontram.

2º-Criação do calendário oficial do 2º Distrito com espaço para o artesanato.

3º-Inclusão dos artesãos de Tamoios em todo e qualquer evento do município.

4º-Cursos de capacitação para os artesãos pelo SEBRAE,SENAC e ACIA,(Projeto Empreender).

5º-Promover palestras sobre preservação do meio ambiente (Para contribuir com o reaproveitamento e reciclagem de materiais).



Música

Propostas Gerais:

1º-Criação de uma lei municipal estipulando verbas específicas para a cultura de Tamoios.
2º-Realização de intercâmbios culturais com concessões de prêmios em Tamoios.
3º-Programas de incentivos fiscais para empresas tributadas no lucro real que contribuem para a cultura de Tamoios.

Propostas Específicas:

1º-Criação de uma Escola de Música ou projeto de ensino de instrumentos musicais.
2º-Formação de um coral no distrito de Tamoios.
3º-Criação de um espaço apropriado para apresentação de bandas, de artistas locais e de fora,periodicamente.
4º-Em datas comemorativas,feriados,final de ano e férias,apresentações musicais (calendário musical).
5º-Formação de uma banda de música composta por músicos de sopro.


Literatura

Propostas Gerais:

1º-Construção do Centro Cultural Tamoios (CCT) com projetos integrados de cinema, teatro,exposição,música,biblioteca e sala de leitura.

2º-Calendário cultural anual com no mínimo 5 projetos(concursos,eventos,festivais específicos para Tamoios.

3º-Política de apoio jurídico/legislativo com leis que abarquem o artista individual.Criação de editais,premiações.


Propostas específicas:

1º-Projetos de roda de leitura,oficinas de redação,contadores de histórias e concurso no Centro Cultural de Tamoios(CCT).

2º-Projetos para trazer para Tamoios escritores de literatura infanto/juvenil e colocá-los em contato com o público jovem,nas escolas e no CCT.

3º-Setor de apoio ao artista(repentista,poeta,contador de história,escritor) incentivando a publicação,arquivo,o registro, a memória de sua produção (CCT).Inclusive jornais locais que serão catalogados.

4º-Caravana Cultural- forma de premiar os alunos em destaque com passeios culturais(museus,biblioteca,teatro) em outras cidades.

5º-Incentivo fiscal para comerciantes locais que contribuam para a implementação de projetos.Incentivo a abertura de livrarias.


Escolas de Samba

Propostas Gerais:

1º-No dia Nacional da Cultura promover uma grande festa com todos os segmentos.
2º-Valorizar a importância da cultura de Tamoios
3º-Promover mais debates culturais no 2º Distrito

Propostas Específicas:

1º-Fazer o nosso carnaval do 2º Distrito com desfiles das escolas de samba e blocos carnavalescos.

2º-Trazer oficinas de carnaval com ritmistas mestre sala e porta bandeira,aderecistas,etc.
3º-Trazer para o 2º Distrito fábricas de aramados e outras pequenas fábricasdirecionadas ao carnaval.
4º-Trazer do Rio de Janeiro a cultura do Carnaval.
5º-Dar para as agremiações condição de trabalho durante e depois do carnaval.


Dança

Propostas Gerais:

1º Participação ativa no recebimento de verbas referentes à cultura, garantindo a elaboração,manutenção e execução de projetos de cultura no 2º Distrito,podendo assim ser disponibilizado um percentual para investimento em transporte e divulgação dos eventos culturais.

2º- Criação de um espaço para a implantação de um Centro de Referência para a dança,folclore e cultura popular , com o objetivo de facilitar a eleboração de projetos populares.

3º-Elaboração de um Calendário de Eventos co publicações,informes,fotos e fatos,onde as artes estejam contempladas (1º e 2º Distrito).


Propostas Específicas:

1º-Criação de oficinas de dança.
2º-Realização de um festival de dança anual
3º-Participação desse festival no calendário anual de eventos
4º-Apoio da prefeitura para que os grupos de dança de Tamoios participem de concursos em outros municípios.
5º-Que a contratação dos professores das oficinas de dança seja da própria localidade.


Movimento Negro

Propostas Gerais:

1º-Garantir 2% do orçamento municipal para a cultura local.
2º-Inserir em todos os projetos culturais a transversalidade e atenção aos recortes de gênero,raça,etnia,orientação sexual,geracional e necessidades específicas.
3º-Promover a valorização das manifestações culturais nativas.

Propostas Específicas:

1º-Garantir que no calendário municipal de turismo e cultura contenha os eventos relacionados à cultura afro-brasileira.

2º-Promover a identidade e valorização da cultura afro-brasileira em seus diversos aspectos:ritmo,dança,música,literatura,artesanato,etc.

3º-Criação do Centro de Referência de Cultura Afro-brasileira e Quilombola.
4º-Realização de feira anual de cultura afro-brasileira.
5º-Identificar e valorizar os grupos de capoeira do município.




*

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Agitam-se os preparativos para o Fórum Municipal de Cultura


Com a realização do Pré-Fórum do Jardim Esperança nesta terça-feira, encerra-se o Pré-Fórum de cultura, fase de eleição de delegados e discussões que antecede o Fórum Municipal de Cultura.

Foram três reuniões na Casa dos 500 Anos na semana passada: na terça-feira, reuniram-se os segmentos Artes Cênicas e Teatro; e Artes Plásticas e Visuais. Na quarta, Literatura; Artesanato e Folclore; e Dança. Na quinta, Movimento Negro; Escolas de Samba e Blocos Carnavalescos; e Música.

Na sexta-feira, na Escola Municipal Wanda Roque, em Tamoios, todos os oito segmentos culturais locais reuniram-se com os mesmos objetivos.

Todos os segmentos elegeram seus delegados para o Fórum, que acontece nesta quinta e sexta, dias 24 e 25 de setembro, na Universidade Veiga de Almeida, e apresentaram cinco propostas específicas (para seu segmento) e três propostas gerais (para a política cultural da cidade), que serão depuradas e rediscutidas no Fórum.

Segundo o Coordenador-Geral de Cultura, Guilherme Guaral, as inscrições para o pré-Fórum foram satisfatórias, e continuam para o Fórum:

- Os inscritos para o Pré-fórum já estão inscritos no Fórum, assim como os membros do Comitê Gestor. Mas as inscrições continuam abertas. O nosso objetivo com o preenchimento da ficha é a criação de um grande cadastro público dos agentes e entidades culturais de Cabo Frio, que deverá ser disponibilizado junto com o documento final do Fórum e seu respectivo histórico – afirmou o Coordenador.

A programação do Fórum sofreu pequenas alterações de horários e palestrantes:


Dia 24 de setembro, quinta-feira
Universidade Veiga de Almeida -
Auditório Principal

9:00 - 10:00 - Credenciamento

10h- 10h30 – Solenidade de abertura
Apresentação do histórico do Fórum


10h30- 13h – Palestras
Palestrantes: Maria Amélia Curvelo (Presidente do COMCULTURA – RJ)
Sônia Cardoso (Ex-Presidente da Fundação de Cultura de Casimiro de
Jane Mabe (Presidente da Fundação Cultural de Macaé)
Heliana Marinho (Gerente da área de Economia Criativa-SEBRAE)
Francis Miszputen (Instituto Cultural Cidade Viva-RJ)
Guilherme Guaral (Coordenador de Cultura Cabo Frio- RJ)

13h- 14h30 – Almoço

14h30-18h – Grupos de Trabalho – EIXO TEMÁTICO – Política Cultural – SUBTEMAS – Lei de Incentivo à cultura; Projetos Culturais ( Edital de Cultura).

16h – Cofee Brake

16:00 - 18h30- GTS (Grupos de Trabalho)

18h45 – Encerramento das Atividades (1º dia)

19h – Noite Literária (auditório principal)

Apresentações poéticas dos artistas (ensaiadas e improvisadas)
Aberto a participação espontânea do público

19:00 h Seminário “Patrimônio Cultural e Cidades Históricas” (auditório azul)
Palestrantes: Ivo Barreto e Manoel Vieira (IPHAN-RJ)
Sergio Linhares (INEPAC-RJ)
Fernanda Barbosa (Secretaria de Turismo e Cultura)
Rosane Vargas (Coordenadoria de Planejamento Urbano)
Representante da ASAERLA (a confirmar)

Dia 25 de setembro, sexta-feira
Universidade Veiga de Almeida
Auditório Principal


9h- 12h30 – Reunião dos GT’ S

12h30- 14h – Almoço

14h- 17h – Plenária

17h- 18h – Reunião da mesa diretora do Comitê Gestor para compilar as propostas votadas em plenário nos dois dias.
Café Cultural na Praça de Alimentação

18h- 20h – Plenária para leitura e votação do documento final

21h – Encerramento do Fórum Municipal de Cultura


*

sábado, 19 de setembro de 2009




FICHA DE INSCRIÇÃO
Agente cultural
Pré-fórum e Fórum Municipal de Cultura de Cabo Frio


I. IDENTIFICAÇÃO


Nome completo:

___________________________________________________

___________________________________________________


Nome artístico:

___________________________________________________

Endereço
Rua/Avenida ____________________________________

Número ________ Bairro: _________________________

Cidade: __________________ CEP.: ________________

Tel.: _____________________ E-mail: _______________


Área de atuação (marque apenas uma opção):
(segmentos em acordo com as Leis Municipais 1835 e 1869 de 2005 – Conselho Municipal de Cultura)

( )Artes Cênicas e teatro

( ) Artes plásticas e visuais

( ) literatura

( ) Artesanato e folclore

( ) Dança

( ) Movimento negro

( ) Escolas de Samba e Blocos Carnavalescos

( ) Música


É filiado a alguma entidade (com finalidades artístico-culturais)

( ) Não ( ) Sim Qual(is) ?


Nome: _________________________________________________

CNPJ (se possuir):_______________________________________


Nome: _________________________________________________

CNPJ (se possuir):_______________________________________


Nome: _________________________________________________

CNPJ (se possuir):_______________________________________


Tempo de filiação à entidade:

( ) até 1 ano

( ) de 1 a 3 anos

( ) de 3 a 5 anos

( ) mais de 5 anos


II. ATIVIDADES ARTÍSTICO-CULTURAIS

1. CURRÍCULO

Descreva sucintamente seu trabalho artístico-cultural:

_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

Tempo em que atua nesta área:

_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

Eventos dos quais participou:

_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

Eventos e/ou projetos que desenvolveu:

_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

Formação artística (cursos, etc.)

_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

Premiações:

_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

III. APRESENTAÇÃO DE MATERIAIS


ANEXOS OBRIGATÓRIOS:

1) Comprovante de residência em Cabo Frio há pelo menos 3 meses

ANEXOS OPCIONAIS

1) Documentos variados do seu trabalho pessoal: (fotografias, certificados, diplomas, reportagens de jornais, revistas e afins, material multimídia, cartas e/ou resenhas sobre seu trabalho

2) Currículo (caso prefira não preencher o modelo de currículo nesta ficha ou já tenha um currículo pronto)

3) Ata e estatuto registrados ou em processo de registro da entidade a qual pertence (se os possuir)

4) Outros documentos da entidade que desejar anexar (comprovação de utilidade pública, certificados, premiações, matérias jornalísticas, histórico, etc.)


IV. AVALIAÇÃO (para ser preenchido pela Secretaria de Turismo e Cultura)

1. Sobre o artista:

( ) possui atividade artístico-cultural na cidade de Cabo Frio;

( ) a área de atuação informada ao Comitê Gestor neste formulário preenche os itens previstos no Regimento Interno do Fórum de Cultura;

( ) o artista é cabofriense e/ou reside na cidade de Cabo Frio há pelo menos 3 meses e/ou exerce atividade cultural na cidade de Cabo Frio;

( ) A apresentação dos materiais solicitados no item 4 foram praticadas

2. Sobre a entidade:

( ) possui atividade artístico-cultural na cidade de Cabo Frio;

( ) a área de atuação informada ao Comitê Gestor neste formulário preenche os itens previstos no Regimento Interno do Fórum de Cultura;

( ) A apresentação dos materiais solicitados no item 4 foram praticadas

( ) As informações prestadas neste formulário definem esta entidade como ativa e presente no cenário cultural da cidade.




__________ ______________
ACEITO REJEITADO

-------------------------------------------------------------------------------------
PROTOCOLO - Pré-fórum e Fórum Municipal de Cultura
Nome:
Número de inscrição:
Segmento:
Data da Inscrição:
Data da reunião:
Assinatura do funcionário:
-------------------------------------------------------------------------------------

PRÉ-FÓRUM CONCLUI SEMANA DE DEBATES - CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DO FÓRUM



Após uma semana de discussões, com quatro dias seguidos de reuniões entre os segmentos culturais, o Pré-Fórum de Cultura chega à sua reta final.

Foram três reuniões na Casa dos 500 Anos: na terça-feira, reuniram-se os segmentos Artes Cênicas e Teatro; e Artes Plásticas e Visuais. Na quarta, Literatura; Artesanato e Folclore; e Dança. Na quinta, Movimento Negro; Escolas de Samba e Blocos Carnavalescos; e Música.

Uma reunião realizou-se ontem, sexta-feira, na Escola Municipal Wanda Roque, em Tamoios, com todos os oito segmentos.

Todos os segmentos elegeram seus delegados para o Fórum, que acontece nesta quinta e sexta, dias 24 e 25 de setembro, e apresentaram cinco propostas específicas (para seu segmento) e três propostas gerais (para a política cultural da cidade), que serão depuradas e rediscutidas no Fórum.

Nesta terça-feira acontece a última reunião do Pré-Fórum no Jardim Esperança.

A programação do Fórum Municipal de Cultura já foi definida:


Dia 24 de setembro, quinta-feira
Universidade Veiga de Almeida -
Auditório Principal

10h- 10h30 – Solenidade de abertura
Apresentação do histórico do Fórum


10h30- 13h – Palestras
Palestrantes: Maria Amélia Curvelo (Presidente do COMCULTURA – RJ)
Sônia Cardoso (Ex-Presidente da Fundação de Cultura de Casimiro de
Jane Mabe (Presidente da Fundação Cultural de Macaé)
Heliana Marinho (Gerente da área de Economia Criativa-SEBRAE)
Francis Miszputen (Instituto Cultural Cidade Viva-RJ)
Guilherme Guaral (Coordenador de Cultura Cabo Frio- RJ)

13h- 14h30 – Almoço

14h30-18h – Grupos de Trabalho – EIXO TEMÁTICO – Política Cultural – SUBTEMAS – Lei de Incentivo à cultura; Projetos Culturais ( Edital de Cultura).

16h – Cofee Brake

16h45- 18h30- Plenária

18h45 – Encerramento

19h – Noite Literária (auditório principal)
Seminário “Patrimônio Cultural e Cidades Históricas” ( auditório auxiliar)
Palestrantes: Ivo Barreto e Manoel Vieira (IPHAN-RJ)
Maria Regina Pontin (INEPAC-RJ)
Fernanda Barbosa (Secretaria de Turismo e Cultura)
Rosane Vargas (Coordenadoria de Planejamento Urbano)
ASAERLA (a confirmar)

Dia 25 de setembro, sexta-feira
Universidade Veiga de Almeida
Auditório Principal

9h- 12h30 – Reunião dos GT’ S

12h30- 14h – Almoço

14h- 17h – Plenária

17h- 18h – Reunião da mesa diretora do Comitê Gestor para compilar as propostas votadas em plenário nos dois dias.
Café Cultural na Praça de Alimentação

18h- 20h – Plenária para leitura e votação do documento final

21h – Encerramento do Fórum Municipal de Cultura


*